Instagram nega teste do fim dos likes

Na semana passada, Jane Wong, especialista em fazer a engenharia reversa de redes sociais com a finalidade de descobrir ferramentas não-lançadas, vulnerabilidades e códigos, publicou em seu perfil no Twitter três fotos que mostram como o Instagram ficaria sem a contagem de likes públicos — apenas o usuário dono do perfil poderia ver a quantidade. De acordo com Wong, o app “quer que seus seguidores foquem no que você compartilha, e não em quantos likes você recebe”.

A descoberta está ainda hoje gerando discussões sobre se a nova versão é, de fato, um teste oficial da rede ou não. Se aplicada, a ferramenta pode impactar no trabalho de influenciadores que se respaldam nessa métrica para orçar o valor de publicações patrocinadas. O Instagram se pronunciou afirmando que não testou a ferramenta. “Não estamos testando isso no momento. Mas explorar formas de reduzir a pressão no Instagram é algo que sempre estamos pensando”, afirmou uma fonte ao portal The Verge.

O Instagram não é a única rede social que repensa a questão da pressão e popularidade. Em novembro do ano passado, Ev Williams, co-fundador do Twitter e conselheiro, disse no Web Summit de Lisboa, em Portugal, que mostrar o número de seguidores de usuário foi provavelmente extremamente prejudicial. “Deixa claro que o jogo é de popularidade”, afirmou.

Fonte: Meio & Mensagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *