IBM explica venda de sua plataforma de marketing

Na semana passada, a IBM anunciou, em Nova York, um acordo definitivo para a venda de sua divisão Watson Marketing, plataforma que utiliza inteligência artificial para oferecer soluções de comunicação aos clientes. O comprador é o fundo de investimentos Centerbridge Partners e a ideia dos novos donos é construir uma empresa independente, e que ofereça um portfólio abrangente de produtos para atender aos maiores desafios do CMO em marketing e publicidade.

As soluções da plataforma incluem ferramentas de automação de campanhas, análise de dados e experiência dos clientes, um sistema de gerenciamento de conteúdo com tecnologia de inteligência artificial, além de diversas outras APIs. Como a transação ainda está sob revisão dos órgãos regulatórios, a IBM deu apenas poucos detalhes sobre como a negociação pode impactar algo na operação brasileira.

Por meio de um comunicado, no entanto, a companhia deixou claro que a venda da divisão está alinhada com os própositos estratégicos do grupo. “Podemos adiantar que como parte da estratégia da IBM para liderar nos segmentos emergentes e de alto valor da indústria de TI, atuamos com um modelo integrado que prioriza a inovação e a expertise em áreas como inteligência artificial, blockchain, cloud e supply chain”, diz o texto.

Dentro deste cenário, a IBM tambem aprofundou suas predileções em termos de direção de negócio. “As soluções de marketing e commerce vem sendo cada vez mais vendidas como produtos autônomos e não mais como parte central desse modelo integrado. Esse acordo definitivo assinado com Centerbridge é consistente com a nossa estratégia e acreditamos que a Centerbridge está bem posicionada para progredir com essas soluções no mercado”, finaliza o comunicado.

Nos próximos dias, a companhia deve anunciar um novo nome e identidade para a marca.

Fonte: Meio e Mensagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *