Globo quer se tornar um banco de dados do mercado

Em evento realizado em São Paulo, emissora abriu informações sobre todos seus diferentes pilares com a proposta de gerar novos negócios

Em outubro do ano passado, a Globo apresentou ao público uma campanha que anunciava o alcance dos produtos televisivos da emissora a cada dia – “100 milhões de Uns”, segundo cálculos que compreendem as plataformas linear e digital. Mais do que uma campanha institucional, o projeto nasceu com a proposta de iniciar uma jornada de compartilhamento de informações com o mercado publicitário, a fim de tornar a Globo uma fonte de dados estratégicos.

Mais um passo nessa iniciativa foi dado nessa quarta-feira, 25, quando a emissora realizou o primeiro evento sob a bandeira dos “Milhões de Uns”. Com 25 palestras rápidas – todas realizadas por profissionais da casa – a Globo compartilhou com 250 convidados (profissionais de agências e de grandes anunciantes) alguns cases, diretrizes e dados de suas iniciativas nos pilares de esportes, jornalismo, dramaturgia, responsabilidade social, pesquisa, inovação e tecnologia.

De acordo com a diretoria da emissora, a proposta é abrir ao mercado um pouco das informações que a Globo veio coletando ao longo de anos de trabalho de pesquisa acerca dos hábitos de sua audiência. “Temos um banco de dados muito rico e acreditamos que compartilhar essas informações com o mercado é uma maneira de fortalecer nossa atividade e de ajudar a desenvolver melhores iniciativas e soluções em conjunto”, disse Marcelo Duarte, diretor-geral de negócios da Globo.

Durante toda a tarde, a emissora apresentou 25 palestras conduzidas por nomes de sua diretorias e elenco. Com duração de 20 minutos, cada uma sintetizava as iniciativas de algum pilar da empresa, como dramaturgia, jornalismo, variedades, negócios, inovação, esportes, responsabilidade social, pesquisa e inclusão. O jornalista William Bonner, o ator Lázaro Ramos, o diretor de dramaturgia Silvio de Abreu, o diretor de programação Amauri Soares e a autora Gloria Perez foram alguns dos palestrantes.

Na ocasião do lançamento da plataforma, no ano passado, o diretor de Comunicação da emissora, Sérgio Valente, declarou que a abertura das informações ao mercado teria como propósito gerar novos negócios entre a Globo e o mercado anunciante. Essa premissa foi reforçada no evento dessa quarta-feira, 25. “Antes de trabalhar na Globo me perguntava como a emissora era capaz de criar tanta coisa que gerava tanto interesse e conexão com as pessoas. Hoje abrimos um pouco como isso é feito a todo o mercado com a expectativa que esses insights também tragam inspirações e novas ideias a todos”, declarou Valente. Outros eventos e iniciativas da plataforma “Milhões de Uns” estão programados para acontecer neste ano.
Fonte: Meio & Mensagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *