4 Passos para Implantar uma Cultura de Dados na sua Empresa

Não é novidade para ninguém que hoje os dados são o bem mais valioso de qualquer empresa. No entanto, apesar de muitas empresas já reconhecerem hoje a importância dos dados, poucas são as que efetivamente se baseiam em informações concretas para tocar o seu dia-a-dia. A prática predominante no Brasil (e na maioria dos países latinos) é da tomada de decisões baseada na experiência prévia, com deferência ao conhecimento acumulado de profissionais mais sêniores.

Por mais valiosa que seja a experiência (e ela nunca pode ser desprezada), o volume de informações que está disponível hoje tem o potencial de mudar completamente a forma como decisões são tomadas e análises são feitas. Para isso, no entanto, é fundamental ser criada dentro das companhias uma cultura de dados, ou seja, uma cultura que privilegia e valoriza decisões embasadas em dados concretos, fruto de um processo estruturado de construção de hipóteses, teste dessas hipóteses, e validação de sua aplicabilidade de forma concreta e irrefutável.

 No post de hoje, vamos explorar quatro pontos fundamentais para você começar a implementar uma cultura de dados dentro da sua empresa. Confira abaixo.

 Qualidade dos dados

 Esse é o item principal para quem quer estabelecer uma cultura de dados. A qualidade da fonte de informação é a matéria prima de todo o processo. E aqui você tem dois caminhos: construir sua própria base de dados, e desenvolver ferramentas para administrá-la e transformar esses dados em informação, ou então contratar uma empresa especializada que já vai fornecer essas informações prontas e prestar todo o suporte, quando necessário. Assim como tudo na vida, cada uma dessas alternativas tem vantagens e desvantagens. O que você deve considerar para determinar a melhor opção para o seu negócio é o tamanho da sua empresa, a estrutura que você tem e o quanto está disposto a investir.

 Sistemas e processos de mensuração

 No momento em que você começa a usar dados no seu negócio, é preciso acompanhar com muita atenção os indicadores obtidos a partir de então. Ao utilizar essas novas informações em busca de melhores resultados, você deve desenvolver sistemas e processos capazes de medir todas as etapas e variáveis de estão envolvidas, de forma a aferir o quanto o seu negócio está reagindo a elas, e de que forma.

 Engajamento da equipe

 Uma empresa não é feita de um homem só, nem apenas de um seleto grupo de gestores. Para uma empresa fluir com o máximo de produtividade, é necessário que todos os colaboradores estejam envolvidos no processo e alinhados em um mesmo propósito. Se você acredita que adotar a cultura de dados é a melhor decisão para o seu negócio, precisa comunicar primeiro a quem trabalha lado a lado com você. É provável que esse seja o momento em que a expressão “cultura de dados” seja aplicada no seu sentido mais literal. Então, para engajar a sua equipe, comunique (e cobre!) que todas as decisões, propostas e relatórios apresentados sejam baseados em dados. E lembre-se, o exemplo vem sempre de cima.

 Esteja preparado para experimentar e errar!

 Essa talvez seja a lição mais valiosa de todas. Você pode estar pensando que o uso de dados no seu negócio vai resolver todos os problemas, disparar as vendas e elevar o lucro à estratosfera, tudo isso imediatamente. Se você estiver com essa expectativa e ela não se realizar, bom, é natural que você se sinta frustrado. Então, em primeiro lugar você deve estar preparado para não atingir os resultados que você espera na velocidade que deseja. No início, o uso de dados pode ser meio que guiado pela boa e velha tentativa-e-erro. Não se preocupe, isso é normal. E toda vez que der errado e você se frustrar, tenha em mente que essa já é uma resposta valiosa, e quer dizer que você está um passo mais próximo do caminho certo.

 A cultura de dados, ou cultura de decisões baseadas em dados, tem se mostrado cada vez mais um diferencial competitivo para empresas no mais diferentes setores e segmentos do mercado, e quem não está trilhando esse caminho corre um sério risco de ficar para trás. Portanto, adote os passos que mencionamos e se prepare para experimentar uma grande transformação no seu dia-a-dia de trabalho.

Fonte: Big Data Corp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *